sexta-feira, 3 de agosto de 2012

MENSALÃO: REPASSES COINCIDEM COM VOTAÇÕES IMPORTANTES

ZERO HORA 03/08/2012 | 16h03Atualizada em 03/08/2012 | 16h53

Repasses do mensalão coincidem com votações importantes no Congresso, diz procurador-geral
Com o cronograma atrasado, Roberto Gurgel tem cinco horas para sustentar a tese do esquema




Segundo dia do julgamento do mensalão terá apenas a fala de Gurgel Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / ABr,divulgação

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, iniciou sua sustentação oral no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta sexta-feira reafirmando a gravidade do esquema conhecido como mensalão, em julgamento no tribunal.

Depois de afirmar que o ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu comandou um esquema criminoso, Gurgel detalhou a participação de outros suspeitos. Em seguida, o procurador expôs documentos relativos a saques bancários, que comprovariam, segundo ele, que os supostos repasses a políticos ocorriam em períodos coincidentes com votações improtantes do Congresso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário